segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

(in) Existência de reconhecimento público

Hoje fiquei triste.

O reconhecimento público por parte dos que amamos não deveria importar.

Mas por mais que se tente pensar assim, custa ver que reconhecem o carinho dos outros e o mostram a toda a gente e o nosso fica na sombra. [E já não é a primeira vez.]

E achamos que se calar não importamos assim tanto. E magoa. Dói. Fere.

E o ciúme por mais que se tente resistir e deixá-lo na caixa fechado, consegue sair cá para fora. E magoa. Dói. Fere. E as lágrimas quase correm. Quase...




1 comentário:

Green disse...

Força querida, e por mais difícil que seja, deixa essas opiniões de parte e segue a tua vida como entenderes que é melhor para ti.

Pesquisar neste blogue