sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

Amizades

Com o passar dos anos fui filtrando mais e mais os meus amigos. Não sei se fiz bem ou mal. Os amigos mais importantes são os que estão mais longe geograficamente e isso por vezes deixa-me triste... Sinto-me sozinha, mesmo dando-me bem com muitas outras pessoas. Acho difícil criar amizades verdadeiras, e custa-me chamar a qualquer um de meu amigo.
Lembro-me de há uns anos ter um grande amigo de longa data, e quando ele arranjou namorada esqueceu-se de mim e mal me fala, se passar por mim na rua é capaz até de nem me cumprimentar (lamentável), percebi depois que a "amizade" vinha com segundas intenções. Tão triste... Aconteceu-me também relativamente há pouco tempo coisa parecida, mas menos sentida, felizmente.

É por isso que fico sempre de pé atrás com as atitudes das pessoas, e com as "amizades" repentinas e demasiado duvidosas. Parece-me que tudo tem segundas intenções... Não consigo confiar assim, em qualquer um (a).


1 comentário:

Green disse...

Pois, entendo-te. Mas não podes colocar todos no mesmo saco.

Pesquisar neste blogue