segunda-feira, 9 de setembro de 2013

O primeiro

Já ando para começar uma nova vida há algum tempo. É-me difícil escolher a direção. Acredito que seja sempre assim, com toda a gente. Tomei algumas decisões, acreditei piamente que iria concretizar todas. Já passou mais de um mês e não mexi uma palha nesse sentido. É sempre a mesma coisa comigo. As coisas não acontecem. Às vezes porque eu não me mexo, outras porque a sorte não gosta de mim. O meu pai diz que as pessoas já nascem com sorte, ou sem ela. Eu prefiro acreditar que não. Nós é que fazemos com que a sorte não nos bata à porta, ou que o faça. Somos nós que criamos a nossa história. A minha é sem grande interesse, nunca fiz nada de especial. Nem sequer sou capaz de ir em frente com uma decisão. E se não sou capaz de o fazer, é porque não é uma decisão, é porque nem sou capaz de tomar decisões. É isso. É essa a verdade. Se não consigo tomar decisões, não vou conseguir fazer grandes coisas.

4 comentários:

Sérgio S disse...

Amanhã vou conquistar o mundo. Hoje não, amanhã...

Sérgio S disse...

Adiamento... Hoje não... Amanhã...

Green disse...

Calma, a seu tempo vais decidir o que queres e como o fazer, só tens de pensar bem e dar tempo ao tempo.

do Paço disse...

Espero-a bem... Senhora Catherine! :P

(Vê se voltas a escrever, ajuda a aliviar os problemas! :) )

*

Pesquisar neste blogue