sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Sobre os nossos ídolos...

Há deles por todo o lado, na música, no desporto, na arte no geral, na nossa área de trabalho, ou na área que gostaríamos de seguir, etc... Eu também os tenho... E quantas vezes não pensámos como seria conhecer esse ídolo, cumprimentá-lo, beijá-lo, abraçá-lo, conversar com ele durante umas horas, passar a ser amigo... Bem, o que eu me farto de pensar nisso, creio que não serei a única. Muitas vezes o nosso ídolo é ídolo de outros, de centenas, de milhares de outras pessoas, fãs que sonham com o mesmo. Vendo bem as coisas às vezes é muito melhor alimentar a imaginação, dar largas à nossa mente, sonhar com o que poderia acontecer do que realmente a "coisa dar-se" e depois ser uma desilusão pegada... Uma treta! E a culpa é toda nossa, porque nós é que "criámos" aqueles sonhos, aquelas expectativas... Ninguém nos prometeu algo, ou nos disse que era assim ou assado... Tudo isto porque estava eu aqui a sonhar com o Mike Shinoda e a pensar: "Porra, veneras mesmo o gajo. Não é propriamente o homem mais bonito à face da Terra mas achas que ele é um PÃO!!! Faz completamente o teu género, adora rock como tu, defensor de causas nobres, não há escandalos envolvendo drogas, alcool, e cenas maradas... O homem é o teu sonho de miuda." lol... É verdade, na adolescência tinha fotos dele no quarto. Ah ah ah ah... Ai... Adoro mesmo o homem... :p

Aaaaaiiiiiii....

(SUSPIIIIIIIIIIRO.........)

1 comentário:

Green disse...

Também já passei uma fase assim, em relação a ele.

Pesquisar neste blogue