sábado, 21 de maio de 2011

tortura

Vou ter uma conversa de merda, e aviso já quem não gostar deste tipo de conversas que pare aqui de ler... Mas tinha de vir desabafar...

Os meus intestinos sempre foram muito "calões" e à pala disso há umas semanas para cá que ir "evacuar" se tornou numa das maiores torturas que alguma vez imaginei vir a sofrer. Com este problema até fico de mau humor, e sem motivação/energia, sensível... Há fases melhores e outras piores, e ultimamente tem andado mesmo muito mal, tanto que hoje tive de ir ao médico porque não aguentava com dores e sabia que algo estava mal. Bem, ele viu e... Como hei-de dizer, tenho várias feridas, uma delas está mesmo a chegar ao intestino, se eu esperasse mais tempo a solução já teria de passar pela operação (TERROR!! PÂNICO!!). Ainda não é grave, mas também ainda não posso respirar tranquila, porque a solução é dolorosa e vou ter de ganhar coragem para não desistir e vamos ver se melhora mesmo. Sou muito piegas nestas coisas e só de ir ao médico e deixá-lo examinar-me foi o pânico para mim, sentia suores frios, o coração a disparar... Mas pela minha saúde teve de ser.
E pronto. Foi isto... Ai Meu Deus... :s Só de pensar no tratamento até me arrepio :/

7 comentários:

A Dieta e a Cidade disse...

Força!! Vais ver que vais ficar boa num instantinho!

Coragem linda!!

****

Soraia B. disse...

O que interessa é ficares boa! É o mais importante.
As melhoras rápidas querida

Alexandre disse...

Saúde à frente de tudo! As melhoras e força ;)

Green disse...

Tem calma, o que tem de ser tem muita força, e quando estamos a falar de saúde, não podemos simplesmente deixar andar. Por muito que o tratamento seja doloroso, tudo é melhor que deixar andar, tu és capaz, só tens de acreditar em ti.
Força e muito boa sorte *

Palavra Já Perdida disse...

As melhoras querida e vai correr tudo bem *

Manuela disse...

Querida Catherine, não desistas de fazer o tratmento, apesar de ser dificil. Ânimo!

Martinha disse...

Há-de correr tudo bem, e mesmo que custe um bocadinho, o que interessa é que ficarás bem. :)

Pesquisar neste blogue