terça-feira, 8 de março de 2011

solidão

Hoje em dia fala-se muito em solidão. Fala-se que as pessoas na cidade estão mais sozinhas do que as da aldeia. Concordo.
É curioso como a coisa que mais quero actualmente é morar sozinha, e como ao mesmo tempo a que mais me assusta é a solidão. Nunca me importei de andar sozinha. Acho que os momentos que passo comigo mesma são bons, são positivos, não digo o que não devo a quem não devo, nem oiço o que não quero e consigo pensar na vida, consigo planear, acalmar e tranquilizar. Gosto mesmo de estar sozinha, e sabem que mais? Conheço pessoas com uma vida social super activa e ocupada que são mais solitárias que eu. Dizem e ouvem disparates e vivem para as futilidades da sociedade. E eu nunca quis ser assim.
Mas hoje, não sei porquê, senti-me SOZINHA. Sozinha no sentido de não ter ninguém. E não gostei da sensação.
Quero muito estar sozinha, mas não me quero sentir sozinha.

15 comentários:

Cláudio disse...

Sem duvida que sinto o mesmo gosto de estar só mas gosto de ter um sitio que sei que vou encontrar aquele pessoal e sei que não vou ficar só

Soraia B. disse...

Sou tal e qual como tu. Adoro estar sozinha mas não quero ficar nem sentir-me só.

Shell disse...

Acho que acabamos por ser todos assim um pedacinho. Também odeio esse sentimento :x puff * beijinho querida

Nokas disse...

Pois, são coisas diferentes :)

Green disse...

Entendo perfeitamente o que queres dizer, e concordo contigo. Eu desde que vim morar para Lisboa, se há coisa que mais sinto, é solidão. É certo que passo o dia inteiro no estágio rodeada de pessoas, e que não vivo sozinha, mas a verdade é que sinto falta da minha terra, sinto falta da Covilhã, porque lá sentia-me em "casa", sentia-me feliz, e aqui nem por isso...

Martinha disse...

É muito bom estarmos sozinhas, termos os nossos momentos só para nós, concordo contigo. Mas como tu, também não quero sentir-me sozinha. Ao longo de toda a vida precisamos sempre das pessoas importantes ao nosso lado.

Palavra Já Perdida disse...

Às vezes temos esses momentos, mas são apenas momentos. O importante é tu saberes isso.
E pensa que nunca estarás sozinha. Beijoca

Eu próprio disse...

Pois é, queres estar sozinha fisicamente, mas a nível de alma queres pessoas importantes à tua volta!

Rodrigo. disse...

Adoro o blog e ja estou a seguir

Soraia B. disse...

Ahah mas se quiseres dou-te um site que tem filmes online e quando tiveres tempo vais vendo filmes.

Soraia B. disse...

O site é este
http://www.filmesonlinedublados.com/

Soraia B. disse...

O site é este
http://www.filmesonlinedublados.com/

Soraia B. disse...

O site é este
http://www.filmesonlinedublados.com/

coquinhas disse...

A solidão assusta muita, e ninguém se deve habituar a ela porque nao a entendo ocmo uma coisa bonita. Mas de certeza que se olhares bem a tua volta existe sempre alguem :D

Ana disse...

Sabes, o morar sozinha, ou o estar sozinha, não implica necessariamente sentir solidão. Eu moro sozinha há quase 10 anos, adoro chegar ao fim do dia e ter o meu canto, o meu espaço, o meu sossego. Tenho tempo para tratar de mim, para pensar na vida, para me dedicar às coisas que gosto e fazer o que me apetecer sem ter de dar satisfações a ninguém. Mas quando estou sozinha é uma opção minha, em termos de tempo e espaço. Se precisar de alguém, sei que tenho com quem contar. Se quiser companhia, se precisar de falar, desabafar ou algo do género, tenho os amigos, a família, o namorado. Sentir solidão, mais do que estar sozinha, é não ter um ombro amigo, seja ele de quem e de que forma for. E há quem viva rodeado de pessoas o dia inteiro, há quem viva com os pais, marido, mulher, filhos e etc, e sinta solidão. No fundo, a solidão é um estado de alma e não uma questão de se estar ou não acompanhado.

:-)

Pesquisar neste blogue