segunda-feira, 27 de setembro de 2010

sobre os racistas...

Estou rodeada de gente que odeia pessoas diferentes e isso faz-me mal, por mais que eu mostre que somos todos diferentes independentemente do tom de pele ou do país onde moramos, ou da religião, ou etnia, as pessoas não conseguem mudar... Às vezes até penso se não serei eu a estar errada! Mas não estou a falar apenas de gente mais velha, estou também a falar de gente nova, inteligente e bem formada. Passo a exemplificar:

Ontem quando saí com a minha melhor amiga ela estava a falar de uma novela qualquer que é gravada no Ribatejo e que dá na TVI, ela acha horrorosa porque dá a entender que as pessoas do campo ou são analfabetas, ou umas pindéricas ou umas selvagens... E eu comentei que isso era horrível, que há muita gente na cidade que também é analfabeta e sem educação nenhuma, qual o comentário dela a seguir? "Pois é, olha a começar pelos pretos! Credo" e eu fiquei calada... Houve um silêncio de alguns minutos, pois não me atrevi a comentar aquele comentário infeliz e depois mudou-se de assunto...

E estas coisas fazem-me uma confusão, não consigo compreender... E por mais sítios para onde me refugie, vai haver sempre gente assim! E não suporto estes comentários, dá-me vontade de explodir e de os espancar, porque se eu for emigrar não vou querer que me humilhem e me tratem como uma imigrante de merda, como esta gente trata ucranianos, brasileiros, cabo-verdianos, indianos, marroquinos, chineses, etc. que por cá moram. Eu juro que em tempos tentei entender, mas não consegui...
E outra coisa que me faz mal, não me respeitam. Eles são racistas, e quando fazem estes comentários eu já desisti de tentar mudar as suas mentalidades, fico calada no meu canto. Mas eles continuam a falar das pessoas diferentes com nojo e superioridade à minha frente, sabendo que não concordo. Entendem? É uma questão de respeito também! Eu não defendo, mas eles então não atacavam... Entendem?

E depois queixam-se disto e daquilo, por favor... Sejam mais compreensivos e serão mais compreendidos!

Enfim, foi um desabafo...

8 comentários:

Pinkk Candy disse...

pois é, mesmo em 2010 as coisas ainda não são totalmente united colours. parece mentira, mas é verdade =/

e pelo que sei, a falta de união e de compreensão entre as raças e povos, é mundial, não é exclusivamente português, e não é só uma questão de branco não gosta de preto, pois preto também não gosta de branco e por aí vai.

para mim as pessoas são acima de tudo pessoas, independentemente da cor da sua pele, ou do seu país de origem.

esses teus amigos, parece que já fazem isso de propósito para te picar. mas está mal, se sabem que te incomoda, deviam-te respeitar! bolas.

bjs*

Leila Reis disse...

tens toda a razão do mundo e mais alguma.
eu gostava de a ver a viver em África, no futuro, ter de ir para lá viver mesmo, por um motivo de força maior, e depois queria ver quem é que era o "preto"...

semgracinha disse...

Os portugueses deviam ter vergonha de tratarem os emigrantes abaixo de cão. Nós exportámos mão-de-obra para todo o Mundo.
O que acontece é que a maior parte das pessoas que falam assim, são ignorantes. São, de certo modo, analfabetos, que nem sabem da história recente do seu país.
Eu também não gosto de alguns pretos, do mesmo modo que não gosto de alguns brancos.
Quem me fizer mal, quem me roube, me engane ou maltrate os meus, é um criminoso independentemente de ser preto, ou ser ministro.

catherine disse...

Por isso é que disse, por mais sitios que eu me refugie irá sempre haver gente assim... brancos, pretos, amarelos, vermelhos, castanhos... Infelizmente é assim...

Só Avulso disse...

Tens toda a razão naquilo que dizes... Ainda nos dias de hoje há quem se julgue superior só pela côr da sua pele e julgue outros tantos como inferiores pelo mesmo motivo! Realmente mais mesquinho e idiota que isso não há.

bjs***

Mari disse...

olá,

tens um selo lá no meu cantinho.

bj

disse...

Tens muita razão! E é como tu dizes, se um dia formos nós a ter de ir viver para um outro país tbm queremos ser tratados de igual para igual!
É uma questão de respeito!

Raquel disse...

Pois é... Preconceito há sempre e sempre haverá. Com tudo! Eu também odeio essas coisas...
Não sei o que dizer. Estas coisas deixam-me cansada.

Pesquisar neste blogue